Um dia após o encerramento da sexta temporada da Fórmula E, a Porsche anunciou nesta sexta-feira (14) a chegada de Pascal Wehrlein no time alemão para o próximo campeonato. O ex-F1 substituirá Neel Jani e será o companheiro de André Lotterer.

Pascal Wehrlein já tem experiência na categoria de carros elétricos. Disputou a quinta temporada e as cinco primeiras provas do campeonato que se encerrou ontem em Berlim antes da paralisação por conta da pandemia de COVID-19 pela Mahindra. O piloto alemão anunciou sua saída da equipe indiana logo após o vice no Desafio Race at Home, a competição virtual realizada pela Fórmula E.

A chegada de Wehrlien na Porsche já era esperada dsde que ele anunciou sua saída da Mahindra, e até foi cogitado que ele já assumiria o cockpit na decisão em Berlim. Mas a Porsche optou por manter Neel Jani durante a reta final do campeonato.

“É uma grande honra para mim poder representar a Porsche na temporada 2020/21 da Fórmula E. Eu sempre acompanhei a história única da marca no automobilismo e tenho respeito enorme pelo sucesso lendário da Porsche”, declarou Wehrleinem comunicado oficial da equipe divulgado nesta sexta-feira.

“Assinar como piloto da Porsche na Fórmula E é uma oportunidade fantástica, pela qual eu agradeço muito. Fico ansioso para conhecer a equipe e começar a trabalhar em Weissach o mais cedo possível.”

A sexta temporada da Fórmula E foi marcada pela estreia de duas equipes na categoria, uma delas foi justamente a Porsche, que começou conquistando um pódio na prova de abertura em Diriyah, na Arabia Saudita com Lotterer. O experiente piloto alemão também voltoua  subir no  pódio em uma das seis etapas finais realizadas em Berlim.

A chegada de Wehrlein credencia a equipe alemã a se posicionar entre as favoritas para a próxima temporada: “Ele [Wehrlein] ganhou muita experiência em diferentes campeonatos e ainda é jovem. Queremos agradecer também ao Neel Jani por seu comprometimento fora de série. Ele foi uma parte significativa do desenvolvimento do nosso projeto na Fórmula E e contribuiu muito para o sucesso da Porsche na temporada que se encerrou. Ele vai continuar na Porsche e o veremos em ação em projetos futuros, o que me deixa feliz”, disse Fritz Enzinger, diretor de automobilismo da Porsche.

A próxima temporada da Fórmula E terá início no dia 16 de janeiro em Santiago, no Chile. Por enquanto, apenas o brasileiro Lucas di Grassi está confirmado na disputa, seguindo pela equipe Audi Sport ABT Schaeffler. Felipe Massa por sua vez, anunciou ontem a sua saída da Venturi.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here