Para a criançada que está descobrindo o triathlon, a natação pode ser a modalidade mais desafiadora. Na Escolinha de Triathlon Formando Campeões, em Cascavel, muitas estão tendo seu primeiro contato com a piscina. Por isso, os professores dão uma atenção especial às aulas na água, com exercícios educativos e que ajudam na adaptação ao meio líquido. O objetivo é dar mais segurança e autoconfiança aos alunos.

No Centro Comunitário do Coqueiro, em Cascavel, as crianças têm à disposição uma piscina, onde dão suas braçadas cinco dias por semana. O açude próximo à sede do projeto Também é usado ocasionalmente, para alguns treinos específicos. As aulas trabalham os movimentos básicos da natação, como a flutuação, a propulsão de pernas, braçadas e controle da respiração. Para melhorar a estabilidade na água, os professores usam equipamentos como flutuadores, pranchas e o espaguete.

“A natação é a modalidade que exige mais cuidado com as crianças. Por isso, procuro fazer muitos exercícios educativos, com técnicas de flutuação e equilíbrio na água, trabalhando também a coordenação motora”, explica o professor Fransuélio Falcão, que foi atleta de natação por mais de onze anos.

A rotina de treinos inclui duas modalidades por dia: natação e ciclismo ou natação e corrida. A sexta-feira é reservada para a recreação, com brincadeiras e jogos sugeridos pela criançada, e adaptados para os movimentos do triathlon.

“O futebol é uma das paixões das crianças daqui, até as meninas jogam. Então eu adapto o esporte com regras diferentes, para trabalhar diferentes vivências motoras, como por exemplo futebol em duplas. Fazemos a mesma coisa com brincadeiras como pega-pega, joão-ajuda. E eu procuro sempre variar bastante os exercícios, o tipo de estímulo motor. A intenção é fazer com que os alunos se divirtam e tenham prazer nas atividades físicas”, destaca o professor Fransuélio Falcão.

Metas da Agenda 2030 na Escolinha

A formação de crianças e adolescentes por meio do esporte é a principal missão da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Mais do que as técnicas do nada, pedala e corre, a equipe técnica segue diretrizes pedagógicas para orientar os triatletas mirins em questões como organização pessoal, disciplina e respeito aos pais e professores.

Essas diretrizes também estão de acordo com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, a ONU, com a qual o projeto está comprometido. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto o compartilhamento dos equipamentos de treino, a preocupação com uma educação escolar de qualidade, adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há seis anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Idealizado pelo atleta olímpico curitibano Juraci Moreira, contempla 660 crianças e adolescentes em 15 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

Em Cascavel, os alunos do projeto têm aulas de triathlon englobando as três modalidades do esporte (natação, ciclismo e corrida), de segunda a sexta-feira. Os alunos contam com uniformes, bicicletas e capacetes, além de serem orientados por professores de educação física auxiliados de monitor.

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões é viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, programa da Secretaria Especial do Esporte, Ministério da Cidadania e Governo Federal com a execução da Federação de Triathlon do Ceará e apoio do Centro Comunitário do Coqueiro. O projeto tem patrocínio de Aço Cearense, Grupo Edson Queiroz, Lunelli e WestRock. 

Curta a Fã page – Escolinha de Triathlon – Formando Campeões

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here